Divagação sobre a vida dos funcionários públicos: suspiros e desabafos

16
Mar 06

Ser funcionário público não é fácil.

Ao contrário daquilo que dizem, o funcionário público trabalha e muito. Claro que há sempre aqueles que apenas cumprem horário sem cumprirem tarefas mas, são esses as excepções que confirmam as regras.

Ser, como eu, pequenino, simples assistente administrativo ou "pau para toda a obra", e ter de sofrer constantemente a ameaça dos disponíveis, quando muitas vezes nem tempo tenho para ir à casa de banho, é no mínimo triste. Triste e deprimente...

Deprime-me que alguém que tem tempo para conversar nos corredores, ameaçar os funcionário, sair para tomar café - bem acompanhado por outros como ele, me venha falar da lei dos disponíveis.

Alguém que, aproveitando a nova lei orgânica do serviço e a legislação vigente, optou por ser classificado na carreira técnica superior, para não ter de voltar à escola e ser ele considerado disponível e ultrapassado.

Fazem os quadros com lugares para muitos técnicos superiores, extinguem lugares de administrativos e depois querem, querem não, EXIGEM que as coisas se façam da mesma forma.

Já não basta o Sr. Primeiro Ministro e todos os seus satélites, pensarem que somos nós os culpados, e pelos vistos somos, porque somos sempre nós os pequenos quem sofre e quem menos recebe, e quem mais aperta o cinto, e quem... e quem..., agora também os legisladores se põe do lado deles ( se calhar também os ameaçaram com a lei dos disponíveis caso eles não obedecessem às ordens emanadas superiormente).

Até quando durará isto? Até quando será humanamente suportável esta agonia, esta angústia, este desespero?

Gostaria de saber o porquê da super protecção aos protegidos e esta total e despreocupada desprotecção àqueles que realmente precisam dela...

Não encontro respostas...

 

publicado por Eusinha às 18:20
sinto-me:

Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Ser funcionário público

arquivos
2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO