Divagação sobre a vida dos funcionários públicos: suspiros e desabafos

16
Mar 06

O dia não foi fácil. Estou por demais habituada a levantar-me cedo, mas o vento e a chuva, convidavam-me a ficar na cama. Para além de que esta última me sorria com aquele sorriso doce e quente de amante que não quer ser deixada...

A custo e entre suspiros, lá me levantei.

Tentei, todos os dias tento, preparar-me para o novo dia...

Não pensei, nunca, que os chefes se tivessesm reunido num concilio e tivessem decidido tirar-me o juízo, por causa de uma "herança".

É, herdei um arquivo desorganizado em que a minha antecessora, em 16 meses, pouco fez e agora, os grandes crânios de secretária, querem que esteja tudo pronto em, imaginem, 2 semanas.

Não há maneira de fazer ver a "estes senhores" que para mandar e antes de mandar é necessário ter conhecimento.

Eles não sabem o que se faz, nem como se faz e arrotam a sua prepotência, sobre nós, pequeninos, na sua vã glória de mandar, ignorando sempre que só nos transmitem a sua absoluta ignorância.

Por isso, só suspirando...

publicado por Eusinha às 08:29
sinto-me:

Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO